Pingolar

24.7.06

Diário de Bordo 8

RD, 01.07.2006

"ùltimo dia no paraíso. Há que ligar para casa a avisar do nosso regresso. O H. esmera-se a fazer a barba e a mala, enquanto eu aproveito os últimos minutos e vou até à praia dar uns mergulhos.

Depois do banho tomado e mala feita é hora de sofrer: fomos ver o jogo de Inglaterra - Portugal. Separados os países nas instalações do hotel, os penalties vieram anunciar quem continua no Mundial: Portugal.

Seguiu-se um almoço acompanhado pelos nossos amigos Miguel e João e seguimos de autocarro para o aeroporto de Puerto Plata."


Lx, 02.07.2006

"Apanhámos o avião (que estava 2 horas atrasado) e seguimos viagem até Lisboa. Claro que a família Pérola brindou-nos a todos com a explicação do uso dos coletes, máscaras de oxigénio e afins.

Já em solo português, fomos recebidos pelos amigos Sofia, Pedro, Bela e Paulo Jorge. Dormi todo o dia e não tive força para contar todas as aventuras. Os vídeos e as fotografias falarão por nós.

Só nos resta dizer: foi uma viagem óptima e para o ano há mais!"

Diário de Bordo 7



RD, 30.06.2006

"Hoje foi dia de calmaria. Aproveitámos a manhã para fazer praia e piscina com direito a ver peixes junto ao recife. Andámos de gaivota, mas não muito tempo (graças aos instestinos do H.).

As nuvens chegaram à hora de almoço e fomos até à praia comprar algumas lembranças, tendo sido identificados como «máfia portuguesa».

Depois de receber o DVD com as nossas aventuras, fomos jantar ao Restaurante "Mexicano". Oh tristeza de jantar! Não comi, mas valeu a pena as gargalhadas dadas e a saída rápida para ir ter com o nosso amigo Nestor.

Seguiu-se o espectáculo (muito bom como sempre) e fomos até Puerto Príncipe onde conseguimos atingir a meta: conhecer e ir à discoteca. Amanhã vamos embora..."

21.7.06

Diário de Bordo 6






RD, 29.06.2006

"6:00 da manhã. O despertador tocou para mais uma maratona paradisíaca.

Depois de duas horas de autocarro, fomos recompensados por uma viagem de sonho, cujo catamaran ofereceu:
- boa disposição;
- música;
- dança;
- bebidas;
- mergulho (nadámos entre milhares de peixes, vimos estrelas do mar lindíssimas, búzios coloridos)...

Chegámos a Cayo Levantado, a Ilha Bacardi, onde nos perdemos naquelas águas azuis e cristalinas. Seguimos de barco para um almoço noutra ilha tão bonita quanto o país e seguimos para Samaná.

Foi um dia repleto de aventura perto do melhor paparazzi da República Dominicana: o nosso amigo Nestor.

Um mergulho na piscina, o jantar e um espectáculo noturno a não esquecer, tal como a pastilha elástica no rabiosque do H.."

19.7.06

Diário de Bordo 5



RD, 28.06.2006

"à medida que os dias passam, conhecemos outras pessoas e hoje fizémos amigos: o grande João e o Miguel (Anabela e Humberto em regime de tudo incluído).

Para além de disfrutar da praia maravilhosa, vimos peixes e pegámos numa estrela do mar. É linda!

O almoço foi na praia e à tarde voltámos aos mergulhos e aos copos no bar da piscina. Encerrámos a tarde com um jogo de basquetebol e preparámo-nos para o jantar no «El Pescador» (não consegui comer a lagosta).

Encontrámos mais doidos à solta e fomos para o espectáculo da noite com «Blues Brothers».

Uma coisa há a salientar: este país sabe bem receber e deixa-nos todos moídos!

Amanhâ temos de nos levantar às 6:00 horas da manhã... Vai ser bonito!"

13.7.06

Diário de Bordo 4





RD, 27.06.2006

"Hoje foi dia de exercitar o físico:
- H. jogou volei na praia;
- eu fiz aeróbica dentro e fora de água;
- mergulho para ambos com direitos a tirar fotografias aquáticas;
- andámos de kayak, nadámos muito, muito, muito...

O espectáculo da noite chegou mais cedo para nós, tal como o cansaço e o teimar em fechar os olhos.
Tivémos um peralço: uma criança roubou-nos uma toalha, mas nada que 20 dólares não pagassem caso não fosse a simpatia, compreensão e amabilidade deste povo tão acolhedor.

O que será de nós amanhã?"

12.7.06

Diário de Bordo 3





RD, 26.06.2006

"Boa forma de iniciar o dia e a semana: excursão todo o dia

- andar a cavalo por ruas e ruelas;
- bebidas exóticas (mamajuana);
- almoço bem tradicional (prato típico «bandeira dominicana» e lagosta);
- autocarro micro-ondas;
- visita à lagoa Gri-Gri;
- Banho no paraíso e praias deliciosas;
- vista de corais amarelos e mergulho na piscina natural;
- simpatia e alegria de Ozi (o melhor guia da República Dominicana).

Conhecemos pessoas simpáticas e vimos o contraste deste país tão bonito e deliciosamente contagiante.
O jantar foi no restaurante "Orquídea - Magia Mediterrânea": um belo petisco.

Vai ser difícil deixar tudo isto...
Amanhã resta-nos um dia «normal»..."

11.7.06

Diário de Bordo 2




RD, 25.06.2006

"Depois do pequeno-almoço só havia dois destinos possíveis: a praia ou a piscina. Decidimos aproveitar as duas alternativas depois de escolhermos as excursões a fazer.
Almoço grande e farto. Não faltou «pastagem» a ninguém e seguiu-se a vitória de Portugal por uma bola a zero à laranja mecânica.
A chuva era intensa e demos um passeio por lojas, restaurantes, casino, bares e afins.
O jantar foi rápido e seguiu-se o Afonso e todo o seu glamour em agradecer, aparecer quando era indevido, puxar cortinas e desafiar o pequeno inglês.
O espectáculo de folclore dominicano brindou-nos com a alegria daquele povo.
Mais um dia passado numas férias especiais.
Os cavalos aguardam-nos..."

PS: O Afonso pertencia à Família Pérola.